Danilo José de Paula Filho

Educador-Artista com Mestrado em Arte Educação pela Universidad Complutense de Madrid, Espanha e Licenciado em Artes Cênicas pela Universidade Federal de Minas Gerais. Atualmente é professor de ensino fundamental e médio dos colégios Santa Marcelina, Mangabeiras Parque e Pitágoras Cidade Jardim, em Belo Horizonte. Foi atelierista na Aldeia Jabuticaba, também em Belo Horizonte. Em 2017, recebeu o 1º lugar no Prêmio Professor Inovador do Colégio Santa Marcelina com o projeto “Qual a cara da tragédia?”, com metodologia inovadora para o ensino da origem do teatro ocidental. Foi Coordenador Pedagógico do Programa Educativo do CCBB-BH entre 2015 e 2017. Desde 2013 investiga sobre as possibilidades de unir teatro, performatividade e artes visuais através da educação, desenvolvendo atividades de mediação cultural, apresentações cênicas, residências artísticas e experimentações em arte. Entre 2014 e 2015 organizou e atuou no projeto de arte-educação das exposições El Ranchito Brasil e El Ranchito Colômbia do Centro de Creación Contemporánea Matadero Madrid, Espanha. Também em 2015, participou como educador-artista no Projeto Postales Sonoras, vencedor na residência educativa-artística Levadura, promovida pelo coletivo Pedagogías Invisibles e Fundación Banco Santander. Foi integrante da Equipe de Professores Inovadores na segunda edição da Escola de Educação de Disruptiva uma iniciativa da Fundación Telefónica, em Madrid/Espanha. Durante sua estadia à frente do Programa Educativo do CCBB-BH, realizou palestras, seminários e encontros de formação com professores da Educação Infantil da Rede Municipal da cidade. Como artista, atuou em diversos espetáculos de teatro e dança como ator, diretor e dançarino, como “Circo Gentileza”, “Memórias em estações”, “Artigo 175” e “La Cocina Divertida del señor Napoleón”.

Centro de Formação da Vila - 2020
Tema desenvolvido por EVERSOFT